Simbologia da Maçã

A maçã é um símbolo que transcende culturas e o próprio tempo, representando a eternidade, o conhecimento e a magia. Ela está envolvida em várias narrativas que apontam para o Outro Mundo, carregando consigo uma simbologia rica e diversificada. A árvore da Macieira, por sua vez, de uma forma oracular, exprime o amor eterno, a paixão e as escolhas que também podem nos levar aos caminhos da loucura. Além disso, representa a juventude, a beleza e a longevidade.

No contexto mítico, o Outro Mundo é personificado por AvalonAvalon, na mitologia arthuriana, a ilha das Maçãs, onde se diz que a fruta concede a imortalidade, um lugar livre de doenças e da morte, alimentando a alma na busca pela felicidade plena.

Cada cultura possui suas próprias manifestações de magia popular, transmitidas oralmente ao longo das gerações. Esses elementos fazem parte da memória familiar e das antigas tradições, perpetuando-se de forma atemporal.

Maçãs de Calennig

Na tradição galesa, por exemplo, temos as Maçãs de Calennig (pronuncia-se KEL-Ê-NIG), que significa “Celebração” ou “Presente de Ano Novo”, representam os votos de saúde, prosperidade e boas colheitas para o ano vindouro. As maçãs decoradas de Calennig são um antigo costume que persiste até os dias de hoje no País de Gales. Como sugestão, você pode criar suas próprias maçãs na Véspera do Ano Novo, posicionando-as sobre um ramo verde sustentado por três gravetos, e ainda decorá-las com cravos-da-índia. Disponha as maçãs na mesa da ceia ou em seu altar e celebre. Podem ser feitas até o dia 13 de janeiro do novo ano civil.

A magia, quando empregada com sabedoria, atua com eficácia. As forças da natureza podem promover mudanças benéficas ao seu redor, mas isso requer responsabilidade, conhecimento e bom senso. Contudo, toda magia tem seu preço… O Universo opera em um constante fluxo de troca, onde dar e receber estão plenamente interligados em perfeito equilíbrio. Que assim seja!

Para ler mais a respeito, clique aqui.

Por Valéria Rowena – Escritora e Oraculista

Deixe um comentário